Papel do Psicólogo

Os Psicólogos desenvolvem um corpo de conhecimentos válido e de confiança baseado em pesquisa/investigação e aplicam esse mesmo conhecimento ao comportamento humano e processos psicológicos num variado leque de contextos. Ao fazê-lo, desempenham um número de papéis (funções) diferentes, em áreas diferentes, tais como investigação, educação, avaliação, terapia, consultadoria, peritagens entre outros.

Os psicólogos também se empenham em ajudar o público a desenvolver opiniões fundamentadas e escolhas no que respeita ao comportamento humano e empenham-se ainda em ajudar o público em geral a melhorar a condição humana individual e em sociedade.

Como tal, o desempenho de todos os aspectos do seu comportamento profissional deve assentar nos seguintes princípios éticos básicos:

 

1. Respeito pelos direitos e dignidade da Pessoa

¤ Respeito no geral

¤ Privacidade e Confidencialidade

¤ Consentimento informado e liberdade de consentimento

¤ Auto-determinação

2. Competência

¤ Consciência ética

¤ Limites da competência

¤ Limites dos procedimentos

¤ Desenvolvimento contínuo

¤ Incapacidade

3. Responsabilidade 

¤ Responsabilidade geral

¤ Incentivar elevados níves de trabalho

¤ Evitar causar dano

¤ Cuidados permanentes

¤ Responsabilidade alargada

¤ Resolução de dilemas

4. Integridade 

¤ Reconhecimento das limitações profissionais

¤ Honestidade e precisão 

¤ Simplicidade e abertura

¤ Conflito de interesses e exploração

¤ Acções dos colegas

 

Fonte: Meta Código de Ética [Federação Europeia das Associações de Psicólogos Profissionais – Julho 1995]

 

Anúncios
%d bloggers like this: